Aguarde!

Carregando publicidade

Pesquisar no Portal de Canoinhas

História

A passagem constante de tropeiros através da região onde hoje se encontra o município, fixou uma rota conhecida como estrada da Mata, que atravessava a parte mais estreita de um rio. O local passou a ser chamado de "Passo do Canoinhas" e o rio de Canoinhas, denominação que se estendeu à povoação que mais tarde se formou quase na foz. Somente em 1892 teve início a colonização. Correntes de imigrantes vindas do Paraná interessados na extração da erva-mate, subiram o rio Canoinhas, detendo-se no ponto onde hoje está edificada a cidade.

De acordo com os historiadores, foi Francisco de Paula Pereira o fundador do vilarejo, onde posteriormente chegaram imigrantes alemães e poloneses procedentes de São Bento do Sul, Joinville, Campo Alegre, Blumenau, Rio Negro e outras localidades do Paraná. Em 1902 foi criado no município de Curitibanos o distrito de Santa Cruz de Canoinhas, e em 12 de setembro de 1911, através da lei estadual 907 o distrito foi emancipado com a mesma denominação. Em 1916, depois do fim da guerra do Contestado, o município foi incorporado ao estado de Santa Catarina. Em 1923, pela lei estadual 1424, a vila de Santa Cruz de Canoinhas passou à categoria de cidade, sob denominação de Ouro Verde. Em 1930, através de um decreto estadual a cidade passou a ser chamada de Canoinhas.

Quando a natureza barra a marcha do homem na sua incessante luta pela liberdade ou lhe oferece ambiente propício para a realização de sua felicidade, aí ele funda uma cidade. Foi o que aconteceu por volta de 1893, quando os primeiros retirantes ou exploradores, subindo os rios Negro, Iguaçu e depois o Canoinhas, em pequenas embarcações, edificaram o primeiro núcleo de população hoje conhecido como Canoinhas.

A cidade que já se chamou Ouro Verde, devido à sua grande produção de erva-mate, Santa Cruz de Canoinhas e depois somente Canoinhas, começa a voltar seu olhos para o turismo. Prova disso é o curso superior de Turismo implantado no campus local da Universidade do Contestado, que pretende formar os futuros técnicos do setor na cidade. Mas e porquê a cidade tem este nome? É a pergunta de todo visitante que por aqui chega. Alguns dizem que pelo fato dos primeiros habitantes utilizarem pequenas canoas para o transporte de mercadorias. Outros afirmam que a cidade ganhou este nome pelo fato de que o rio que a corta ser chamado no passado de "Canoas Mirim", em função de ser um afluente do famoso rio Canoas. Versões diferentes, mas todas com algum sentido é claro, e que de certa forma acabam dando um charme à mais para sua tão rica história.

Palco da sangrenta Guerra do Contestado, um dos maiores e mais violentos conflitos armados do sul do país, Canoinhas situa-se no planalto norte de Santa Catarina, fazendo divisa com o estado do Paraná. Com uma população de 55 mil habitantes, formada por descendentes de alemães, ucranianos, poloneses, italianos, sírio-libaneses e portugueses, a cidade que fica à 380 de Florianópolis e à 180 de Curitiba, vem crescendo a cada ano e é considerada pólo regional. Além de ser conhecida nacionalmente nos países do Mercosul como a capital da Erva Mate, a cidade é admirada pelos turistas pela cordialidade de seu povo hospitaleiro. Não são poucas as histórias de viajantes e turistas que se apaixonaram pela pacata cidade e decidiram ficar.